Páginas

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Estado ganha segundo bairro tecnológico oficial

Novo endereço é no Curado e terá projetos como Parqtel e o Instituto de Inovação Tecnológica



Depois do Bairro do Recife, que abriga o Porto Digital, está nascendo o bairro tecnológico do Curado. Foto: Andréa Rêgo Barros/SEI
Depois do Bairro do Recife, que abriga o Porto Digital, está nascendo o bairro tecnológico do Curado. Foto: Andréa Rêgo Barros/SEI
Pernambuco tem agora dois bairros tecnológicos oficiais. Depois do Bairro do Recife, que abriga o Porto Digital, está nascendo o bairro tecnológico do Curado. O local irá abrigar o Parque de Eletroeletrônicos do estado (Parqtel), o futuro Parque Farmaco-químico e de Biotecnologia de Pernambuco, o Instituto de Inovação Tecnológica, que será implantado pela Universidade de Pernambuco (UPE) e uma aceleradora de negócios. Todos os empreendimentos serão implantados em áreas contíguas ao Parqtel. O bairro também terá um centro de transferência tecnológica ligado à Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

O Curado foi escolhido pela Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado (Sectec), pela localização privilegiada na Zona Oeste, uma vez que está próximo à UFPE e ao Instituto de Tecnologia de Pernambuco (Itep). Outro fator que influenciou a escolha foi a infraestrutura de escoamento. O bairro se encontra nas proximidades de rodovias 232 (Recife/interior do estado) e a 408, que dá acesso ao Terminal Integrado de Passageiros (TIP). Para abrigar todos os equipamentos, 14 hectares de área foram disponibilizados.

Segundo Marcelino Granja, secretário estadual de Ciência e Tecnologia, o conceito central do bairro do Curado é criar um ambiente propício à interação e cooperação entre governo, universidades, centros de pesquisa e empresas da área. “O projeto também implica em requalificação da área, espaços verdes, estacionamentos e unidades de capacitação. Já gastamos R$ 12 milhões no Parqtel e agora, com a aprovação do bairro pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), conseguimos mais R$ 9 milhões para investir”, explica. Ele ressalta que o bairro contará ainda com um centro de inteligência competitiva, que já funciona no Porto Digital.

O Porto Digital irá ajudar na gestão do bairro tecnológico do Curado, como esclarece Abraão Sicsu, gerente geral de inovação da Sectec. “O Porto Digital já é parque tecnológico consolidado. E é justamente pela sua expertise que fizemos um acordo de gestão e cooperação. Ele vai ser o nosso indutor para a consolidação.” Outro equipamento de peso do projeto será o centro de treinamento da Novarte, cujo investimento será de R$ 2 milhões e irá formar pessoal altamente qualificado.

A aprovação do bairro ocorre em um momento propício, uma vez que o estado está sediando a 30ª Conferência Mundial da Associação Internacional dos Parques Tecnológicos (IASP) e o XXIII Seminário Nacional de Parques Tecnológicos e Incubadoras de Empresas. Os dois eventos estão sendo realizados em prédios do Porto Digital e em outros prédios públicos localizados no Bairro do Recife. (Thatiana Pimentel)

Fonte: Diário de Pernambuco